A síndrome do impostor

Olá pessoas, como vocês estão?

Depois de assistir o vídeo da Louie Ponto, eu resolvi falar sobre a tal síndrome do impostor. Não sei muito bem o que falar e o que quero falar, portanto vou fazer tudo de forma free style e ver no que sai, então se prepara.

Photo by Tengyart on Unsplash

A síndrome do impostor geralmente é você fazer as coisas e se sentir um merda, praticamente achar que tudo o que você conquistou foi por sorte, ou porque ninguém percebeu o fracassado que você é, por isso você fica com pensamento autodestrutivos com medo de que alguém algum dia apareça e tire sua máscara revelando que você na verdade nada mais é do que um fracasso disfarçado de sucesso.

Portanto nós que vivemos com essa questão em nossas cabeças ficamos muito mal, pois o medo não só de descobrirem que você é um impostor (que provavelmente não é) mas também de fracassar, de ir lá tentar, se dedicar ao máximo à aquela atividade para no fim descobrir que nada deu certo e que agora é necessário recomeçar a atividade, ou fazer alguma outra coisa e isso nos proporciona a sensação de ser inferior e portanto aquela pessoa que é incrível não consegue enxergar seu potencial, pois ela foi obscurecida por seus medos.

Houve uma vez que eu estava conversando com um amigo meu e a nossa conversa parou no sobre essa questão de como às vezes nos sentimos inúteis perante a sociedade e ele avaliou seu argumento de que isso se dá devido a questões das redes sociais hoje em dia em que todo mundo quer se vender como o melhor naquilo que está fazendo, ou o mais feliz e para completar ele me diz a seguinte frase "O problema é que hoje no mundo as pessoas incríveis se achando meio bunda, enquanto há pessoas meio bunda se achando incríveis" e acredito que não há frase melhor do que isso para exemplificar o que está acontecendo.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Homens casados vivendo no Armário

Os jovens dos 18 aos 23 anos só reclamam de não conseguir emprego

Jogos de RPG das antigas