Quero ficar sozinho

     Olá pessoas, como vocês estão?

    Você é o tipo de pessoa que gosta de ficar sozinho? Caso não, tudo bem. Mas vamos dizer que sim, você já sentiu que estar em companhia de pessoas vai esgotando sua bateria e que portanto você precisa ficar sozinho um tempo maior para recarregar? Pois bem, eu tenho que confessar que a minha bateria está bem viciada, sério! Do tipo que se eu fico umas duas horas com pessoas numa confraternização o meu alerta interno começa a apitar: Bateria fraca, 5%, conecte na tomada da solidão.


    Não sei informar se esta sensação é quem sou, ou se é algum tipo de transtorno, sinceramente não ando muito com foco para tentar descobrir isso, mas vamos seguir com o debate. Muitas vezes eu me sinto nervoso na companhia de outras pessoas que eu pouco conheço, é como se eu estivesse numa prova comigo mesmo de resistência e a pessoa é quem eu devo resistir, claro que o problema não é com a pessoa em si, mas comigo que não consegue estabelecer uma conexão que me faça sentir confortável.

    Por isso que eu sempre sou adepto na convivência com grupos menores que consiste no máximo 3 pessoas, mas assim, estourando mesmo o meu limite, porque ainda assim consigo de uma certa forma estabelecer uma troca, isso se eu conhecer as duas pessoas, porque senão eu vou só ficar na minha. Depois dessa troca de convivência eu vou sentindo que preciso ficar sozinho de novo, se perder dentro do meu mundo e ficar lá me recuperando até estar disposto novamente para uma nova sociabilidade.
    No começo eu realmente me perguntei quando foi que eu realmente comecei a me sentir tão sozinho, porém em conversas com a minha irmã mais velha, ela me relatou que no parquinho era sempre dois grupos crianças brincando, em que em um consistia várias crianças brincando juntas e no outro era apenas eu... Será eu tenho algum tipo de autismo? Acho que não, deve ser só da minha natureza mesmo.

    


    Por um tempo eu não estava entendendo a minha solidão, na verdade eu não estava me aceitando como um ser solitário, e não pense nisso como uma coisa ruim, pense como apenas um modo de ser. Por que eu digo? Porque eu sempre via que algumas pessoas me diziam que eu deveria socializar, conversar e trocar experiência, que isso faz bem para o ser humano e toda aquele discurso que você provavelmente já ouviu. Por eu ter sido um rapaz não tão maduro na época (não que eu seja agora, mas você entendeu...) eu praticamente me forçava fazer o social e portanto me colocava em situações em que eu me sentia constrangido por estar passando por alguma gafe, ou totalmente desinteressante quando as pessoas apenas afirmavam algo e desconsiderava o assunto que eu tentava puxar.  Se eu voltasse a ver aquelas cenas de novo, eu iria querer me jogar dentro de um buraco e gritar. Então o Matheus aqui entendeu que ele pode fazer o social, até porque quando eu estou sozinho com alguém, eu praticamente quero falar de tudo e compartilhar todas as minhas experiências, mas isso eu não preciso fazer a todo momento, somente no meu momento, quando eu entendi isso, praticamente virou uma chave no meu cérebro e a cobrança diminuiu drasticamente, de um jeito que eu estou até chato de não querer estar com ninguém.
    Agora a questão do estar sozinho não leve como algo triste, porque sinceramente não é, algumas pessoas como eu precisam estar sozinhas. Estar sozinho me faz sentir bem comigo mesmo, é como uma necessidade de colocar as ideias no lugar, se organizar, executar as minhas vontades e seguir com a minha vida, claro que em algumas ocasiões você pode acabar sendo o cara chato como eu em que você prefere estar sozinho por saber que as decisões de algo não precisa ser compartilhado, como por exemplo, eu me sinto muito bem em saber que eu mesmo posso decidir qual filme no cinema eu vou querer assistir sem discutir, ou decidir algum destino de viagem nas próximas férias. Algumas pessoas dizem que estar sozinho aguça a criatividade e realmente deve ser, porém eu não sou muito crente daquela grande lista de as 10 coisas que os introvertidos possuem de valor, acho muito careta e portanto só vou encerrar dizendo que está tudo bem você ficar só, e que se alguém disser para você que precisa sair mais, saiba que você não precisa fazer nada e manda essa pessoa estudar ao invés de cuidar da sua vida... Ok, foi um pequeno desabafo, mas está tudo bem.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Jogos de RPG das antigas

Parques de Diversões

Demolidor: O homem sem medo - HQ Marvel