Homens casados vivendo no Armário

Olá pessoas, como vocês estão?

Este post eu estou escrevendo em 12/01/2020 e possívelmente só irei publicá-lo futuramente, sem uma data específica, em um momento que eu esteja mais a vontade para falar e narrar sobre estes fatos.

Portanto vamos lá.

Para que você que não sabe, eu sou um rapaz que sai com outros rapazes (uma pausa para as pessoas que entrarão em choque agora...) e portanto tenho amigos também do mundo LGBT. O que irei narrar aqui são relatos contado através deles referente as suas saídas com homens que são ou eram casados até a criação deste post.

Para o post ficar de forma mais compreensível, eu vou citar como se fosse apenas uma pessoa me narrando estes acontecimentos e na hora que eu mencionar os nomes dos homens, irei passar a narração para primeira pessoa, assim você terá uma melhor imersão na história contada por eles.

Photo by Victoria Feliniak on Unsplash

O início

Quando mais novo, o meu amigo saía com estes homens para apenas ter uma aventura, não buscava um relacionamento e como sabia que estes homens não lhe procurariam depois disso, ele estaria mais tranquilo (pensava o ele inexperiente).

Pois bem, acontece que ele conheceu muitos homens que estão nessa posição na sociedade, homens casados com mulheres, que vestem a máscara de heterossexual para manter suas aparências, mas que
no fundo cometem o ato de traição por baixo dos panos com outros homens, sejam casados ou solteiros.

Portanto estes relatos me fez pensar muito sobre tudo, sobre estes homens, sobre os erros cometidos e tudo mais.

O que ele sentia (e o que eu penso) por estas pessoas pode ser considerado como um paradoxo, pois um pouco é a raiva e indignação por saber que eles estão traindo suas esposas, colocando elas em risco, afinal muito desses caras saem com vários homens, ou seja, em um mês ele sai com um, no outro mês ele sai com o outro, quando não é um por semana (porque tem desses também).

Outra coisa que ele sentia é pena (o que acho compreensível), porque ele sabia que por um momento eles (os homens) não estão sendo o que eles realmente são e isso é péssimo, pois precisam esconder o que são para agradar outros, para não perder oportunidades, para não serem deixados sozinhos, para não serem ridicularizados e tudo mais, nós sabemos que a principal questão é essa, o medo de ser rejeitado pela sociedade.

Mas ressaltamos (principalmente eu) que mesmo com medo, não deixam de ser culpados, pois o que eles fazem com suas esposas é errado, quebram o pacto da fidelidade e colocam suas """parceiras""" em risco, devido muitos não usarem camisinha com outros homens e estarem sujeitos a contração de doenças.

Porém mesmo eles vivendo dessa maneira, ele relatou que muitos homens estavam carentes e presos ao seu eu héterossexual, pois com outros homens eles conseguiam se abrir totalmente, contar todos os seus medos, pensamentos e ter aquele momento de desabafo que eles não tinham com as mulheres, ou também a própria descoberta do corpo, os prazeres que ainda não haviam despertado, ou até um carinho simples como acariciar o seus cabelos, passar a mão pelos rosto, beijar.

Agora chegou o momento em que eu vou listar 3 momentos, em que cada um teve com um determinado homem, portanto os nomes serão fictícios e passarei a narração para primeira pessoa:

Astolvo

Astolvo é um cara renomado na cidade onde vive, ele trabalha em uma área específica e portanto não irei informar qual é, lembrando que ele não mora na mesma cidade que eu moro.

Ele trabalha nessa área específica e dá aula na universidade, têm uma esposa e filhos, e possui uma vida que muitos consideram como o sonho americano. Um homem de meia idade, bonito, muito popular no seu meio.

Pois bem, eu saí apenas uma vez com Astolvo e ele ficava o tempo todo informando que ele adorava mulheres, que ele gostava muito delas e tinha uma atração imensurável pelo corpo feminino, mas que saía com alguns homens apenas para satisfazer certos prazeres, pois como ele bem dizia, o sexo com homem era muito mais intenso do que uma mulher (curioso, não?), além de que ele dizia que o sexo com sua mulher era algo que estava se tornado mais escasso.

Isso me incomodou bastante, portanto eu resolvi entrar no Facebook dele. No fim era bem chato ver as fotos dele com comentários de pessoas dizendo como ele era lindo, como era um bom marido, ou até mensagens de amor que a sua própria mulher enviava... Isso me dava uma vontade de abrir uma aba e contar toda a história para ela, mas como eu não sou um juiz da vida, eu não tenho direito de me meter na vida dos outros, afinal eu apenas fui um contatinho dele. (que raiva de mim).

Outra coisa é que ele dizia para eu não enviar mensagens para ele, que quando ele quisesse entrava em contato para marcar algo, pois suas esposa tinha acesso ao seu celular.

Joércio

Joércio era um cara também de meia idade, com filhos adultos, casado a sei lá quanto tempo. Ele trabalha em uma empresa exercendo uma determinada função e é um cara muito ativo na sua comunidade, sempre participando de questões sociais e eventos.

Com este homem eu saí três vezes e consegui ouvir o bastante para entender como os homens pensam quando estão nessa situação, apesar de ele estar sempre atuando na sociedade, eu não consegui achar o seu Facebook ou qualquer outra rede social, meu nível Stalker não foi o suficiente.

Ele saía comigo e dizia que sabia o que estava fazendo, tinha noção, mas que precisava realizar estes prazeres para se sentir melhor (mesma história de qualquer traidor).
O tempo todo ele mencionava que estava casado com sua """esposa""" porque o casamento entre dois homens não era duradouro, homens vivendo juntos eram difíceis de lidar e que possuía um amigo psicólogo que afirmava este fato, o que eu acho besteira, dando um Google podemos achar casais Gays que estão juntos a muito tempo, mas essa era a verdade dele, ou mais precisamente a desculpa para que ele pudesse viver com sua máscara.

Joércio era um cara muito preocupado o tempo todo, ele tinha medo de tudo, tinha medo de que alguma coisa acontecesse e ele fosse descoberto. Todos os encontros com ele eram esquematizados, com horários pré definidos e lugares, para que ninguém desconfiasse de nada, ele tinha medo de até bater o carro, pois precisaria chamar a polícia ou guincho e assim correr o risco de ser descoberto. Ele era/é bem neurótico com isso. Houve até uma vez em que ele informou que desejava me levar na casa dele para ter um momento nosso, mas que eu deveria ir deitado no banco para que os seus vizinhos não suspeitassem de nada.

Outra coisa que ele me informou é que tinha uma lista guardada em suas coisas com os nomes dos homens com quem ele queria sair e o número de telefone. Todas vez que ele me deixava em casa, ele me bloqueava no Whatsapp para que sua esposa não visse que havia outros números na sua lista de contatos com conversas suspeitas.

Carloto

Este em específico eu saí apenas uma vez, mas apenas conversamos mesmo.

Carloto é um cara casado, possui filhos também e tem um cargo importante, porém não é muito ativo na sociedade, mas era um cara mais bem arrumado e muito respeitado por estar em cargo de liderança.

Ele possui uma empresa em uma determinada área, atua juntamente com alguns sócios.
Pois bem, ele me contou que amava sua esposa, mas que saia com homens por ser uma experiência diferente, aquela mesma história de sempre.

No começo ele não queria passar o Whatsapp, pois uma vez ele passou e o cara com quem iria sair começou a ligar, portanto precisou inventar uma desculpa para """sua mulher""" não desconfiar de nada. Resolvemos manter o contato através do Skype com nomes fictícios.

Uma coisa que era de certa forma engraçada é que ele tinha o fetiche de usar calcinhas, portanto ele pegava escondido as calcinhas de sua mulher para poder usar quando estivesse com outros homens.

No fim ele disse que estava afim de achar um cara fixo, pois na época saía com outro cara casado, mas que este cara estava muito dramático por não estar mais tendo tesão por sua mulher e que o seu casamento estava começando a se despedaçar. Por isso Carloto queria alguém que não fosse tão dramático e que estivesse disponível quando ele quisesse.

Minha análise sobre o armário em base nos relatos

Após narrar as experiências que eles tiveram com este três homens, eu quero que você preste atenção em uma coisa.

Sabe o cara casado no qual o Carloto estava saindo?
Então esse cara me chamou de certa forma atenção. Ok, mas por que?

Pois bem, alguns homens saem do armário não porque foram descobertos, mas porque foram obrigados por eles mesmos... Ok, mas o que isso quer dizer?
Eles perdem o interesse no sexo feminino (se é que houve em algum momento), pois casaram apenas para vestir uma máscara e ser aceito na sociedade, portanto eles acabam não conseguindo mais suprir a necessidade de ter relações com suas esposas, acabam tendo problemas no casamento pela falta de interesse, se fecham dentro da sua própria mente e em algumas vezes até adoecem, ou em alguns casos se revelam para o mundo.

Houve até uma vez em que eu conversei com um cara que é casado com outro homem em que ele disse que na hora ter relação com sua ex esposa, ele pensava sempre em homens nus, para poder chegar no orgasmo.

Outra questão é como esses homens acham outros homens para sair?
Isso acontece de forma bem simples, eles acessam aplicativos ou sites de relacionamento entre homens, colocam um nome falso, uma foto falsa, ou até uma foto de alguma parte do seu corpo como peito, barba, ou coxas e ficam entrando em contato com quem estiver no app em busca de marcar algo, alguns enviam fotos no privado mostrando o rosto e depois apagam para não correrem o perigo.

Enfim, há muita coisa que acontece que eu poderia escrever mais posts sobre isso, até homens casados que mantém relacionamento com outro homem casado durante anos e assim mantém esse desejo cada vez mais escondido. Sabe aquele seriado Grace & Frankie? Pois é pessoas, aquilo é real.

Notam que há muitos homens espalhados no mundo que vivem dessa forma, muitos mesmos e eles podem ser qualquer pessoa. Mas você não deve se tornar detetive da vida, pois não vale a pena perder tempo com isso, o único conselho que eu ofereço é de não sair com esses caras, pois muitas vezes eles irão se apegar a você, pois com você eles conseguirão ser quem realmente é, e depois para se desvincular vai ser uma droga, sério.

Todo essa minha opinião foi formada com base nos relatos desses meus conhecidos e no artigo que vou deixar listado aqui embaixo para vocês lerem.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Artigo sobre homens casados com mulheres:
http://www.seer.ufu.br/index.php/neguem/article/view/38121/25615

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Jogos de RPG das antigas

Parques de Diversões

Demolidor: O homem sem medo - HQ Marvel